Facebook

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Inferno Astral



É muito comum ouvirmos a expressão: “estou no meu inferno astral”. Esta frase sempre carregada de “pesos e medidas” como se só acontecessem coisas “ruins” neste período.

Até que não seria nada mal se isso fosse verdade. Desta forma só o de desagradável ocorreria durante apenas em um mês por ano. O que infelizmente nem sempre é verdade. Fora que nossas tragédias teriam data marcada como as chuvas que hoje em dia acontecem praticamente sempre no mesmo horário.

Por outro lado o fato de estarmos no nosso “inferno astral” não quer dizer necessariamente que será um período ruim.

Então para entender melhor sobre o assunto: inferno astral é o período de 30 dias que antecede a data de seu aniversário.

Vamos imaginar um círculo dividido em doze compartimentos (as casas zodiacais) é como se o Sol durante os doze meses do ano atravessasse por cada compartimento. Quando ele se posiciona na casa um, ele é luminoso, quente, forte, dinâmico. Neste momento comemoramos mais um aniversário e nos sentimos “nascendo outra vez”. É o cálculo da Revolução Solar, quando o Sol atinge o mesmo grau em que ele estava no momento do nosso nascimento. Ou então podemos dizer que o inferno astral é a passagem do Sol pelo signo que antecede nosso signo de nascimento.

À medida que ele avança pelos outros compartimentos vai paulatinamente perdendo seu brilho intenso. Até que por fim, trinta dias antes do nosso aniversário, ele estará atravessando o último compartimento (casa doze). Cansado, sem brilho, sem aquecer. Desvitalizado. E é assim que muitas pessoas se sentem nesta época: sem vitalidade. Cansadas, porque na verdade um ciclo está encerrando.

Na prática o que ocorre? Tem anos que iremos sentir o inferno, tem anos que não. Tem anos que o fato de estarmos aniversariando não significa que não estaremos sofrendo por alguma razão. 

Por que isso ocorre? Porque somos seres únicos e como tais, cada um irá se relacionar com o próprio período de vida de uma forma particular. O que vale, naturalmente é a análise do Mapa de Nascimento e o acompanhamento da Revolução Solar ano a ano. Isto sim irá nos dizer quanto a nossa predisposição em sentir o tal do inferno.

Por exemplo, se um Mapa de Nascimento tem uma casa doze, fortemente ocupada, principalmente pelos chamados aspectos tensos, é bem provável que esta pessoa passe boas fases de sua vida no “inferno astral” independentemente do Sol estar atravessando o último compartimento de sua Revolução Solar. Porque cada passagem de planetas tensos por este setor irá trazer novos aprendizados para o indivíduo que ele fatalmente classificará como momentos ruins. Isso se deve ao fato de nós relutarmos em compreender que tudo que acontece em nossa vida é de total responsabilidade nossa, e não porque tal planeta ou signo assim nos impõe. 

Uma pessoa com uma forma mais otimista de ver a vida, não irá passar a se descabelar pelo simples fato, de estar em seu inferno astral. Como também encontraremos pessoas que todos os anos sentem intensamente esta fase desvitalizante.

O melhor que podemos fazer para lidar com esse período será voltar-se para dentro de si mesmo.  “Encolher-se a fim de que seja possível dar um salto, espremer um pouco, para poder passar por uma abertura estreita até um local melhor - isso é o nascimento” como bem exemplificou o astrólogo Carlos Hollanda.

Se você de antemão já espera pelo inferno astral como algo desagradável em sua vida. Provavelmente vivenciará um período conflituoso. Porque afinal nós somos aquilo que acreditamos. 

Mas se você não der tanta importância a essa passagem, provavelmente nem se dará conta que está atravessando por ela.

Então tudo existe desde que exista em sua cabeça. Não dê tanto peso as coisas que não precisam ter peso. Sê leve e tudo a na sua vida se desenrolará levemente.

Faça como eu mesma. Ao invés de se preocupar se irá se atormentar no seu inferno astral, se preocupe em projetar um dia de aniversário feliz. Curta a proximidade da data. Imagine se você quer ou não comemorar. Com festa? Sem. Com os amigos e a família? Sem. Escolha um lindo presente e se presenteie. Sozinha ou acompanhada seu estado interior deve ser de “poxa já cumpri mais uma etapa da minha vida, o que eu posso fazer de melhor para a nova etapa que se aproxima?” 

E no dia do aniversário lembre-se: “Eu sou feliz com tudo que acontecesse em minha vida, porque todas as minhas experiências, escolhidas por mim, me levarão ao meu crescimento interior”. E festeje a seu modo, o seu novo nascimento.

Signos mais expostos ao otimismo: Áries, Gêmeos, Leão e Sagitário. O planeta Júpiter forte em bom aspecto com Mercúrio, Vênus e Marte ou uma conjunção entre Júpiter e Vênus próximo ao Ascendente nos signos citados acima pode gerar otimismo.

Signos mais expostos ao pessimismo: Virgem, Escorpião e Capricórnio. O planeta Saturno forte, próximo ao Ascendente, em mau aspecto com Mercúrio, Vênus ou Júpiter no Mapa de Nascimento, pode provocar desconfiança, isolamento e pessimismo para o nativo.

Ely da Costa Varella 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella