Facebook

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Urano entrando no signo de Áries em 2011


O ano de 2011 traz a entrada definitiva do planeta Urano no signo de Áries. Precisamente no dia 13 de Março, após ele ter ficado sete anos no signo de Peixes.

Urano é o planeta “rebelde” do Zodíaco; tanto é que ele rege a adolescência, fase que somos rebeldes “sem causa”. Fase que falamos o “não” pelo simples prazer de contestar, de transgredir as regras. Ele rege o signo de Aquário.

Urano é isso: revolucionário, aquele que não aceita as regras, ele é o inventor, o cientista, o criador. Este planeta está associado à nossa capacidade em nos adaptarmos às mudanças inesperadas e como usufruímos a nossa liberdade.

Os astrônomos logo o batizaram de “excêntrico” porque ele não se comportava como os outros planetas conhecidos. Ele gira em torno de um eixo quase paralelo à sua elíptica, enquanto que o eixo dos outros planetas é quase perpendicular.

Quando Urano foi descoberto, logo em seguida em 1781 ocorreu a revolução americana e em 1789 a francesa; ambas desafiaram a autoridade estabelecida nos seus países. Gerando o início da Revolução Industrial permitindo a modernização da civilização com novas descobertas na ciência, tecnologia e comunicação. Isso tudo através de Urano, que rege a Era de Aquário.

Para entendermos Urano podemos olhá-lo sob o ponto de vista mitológico: no começo havia o Caos, de onde saiu Gaia, a Mãe-Terra. Gaia deu à luz Urano que, embora fosse seu filho, tornou-se também seu companheiro e amante. Gaia tinha o controle sobre a Terra e Urano governava os céus estrelados. Urano, porém, mesmo que nascido da Terra, não pertencia a ela, pois era associado ao reino aéreo e espacial. Todas as noites Urano - o céu estrelado - deitava sobre Gaia - a Terra - e como resultado dessa união produziram uma grande quantidade de filhos bastante estranhos. Primeiro foram os Titãs, depois os Ciclopes, e ainda outras tantas criaturas igualmente “estranha”. Não contente com os filhos que produzia, achando-os feios, grosseiros e deformados e, portanto não condizentes com seus ideais, Urano os empurrava novamente para ‘dentro do útero’ de Gaia, (os Ciclopes viviam nas cavernas) e os bania para tirá-los de sua vista. Ele não podia aceitar algo que não condizia com seus ideais.

E não é exatamente isso que nós fazemos quando não gostamos de algo em nós? Simplesmente não queremos ver; “tapamos o sol com a peneira” e empurramos tudo que não aceitamos para o subconsciente.

Uma forte influencia uraniana (o signo solar em Aquário; a Vênus em Aquário; a Lua em Aquário; ou aspectos tensos entre Urano e esses planetas) faz com que a pessoa em sua mente crie um relacionamento ideal, uma imagem “visionária” daquilo que seria a união amorosa ou parceria perfeita. Mas como o ideal está bem longe de se concretizar, porque lidar com a realidade de uma vida cotidiana e tudo que ela implica está longe de ser um conto de fadas, estas pessoas se frustram e acabam “abortando” a relação indo em busca de outro ideal.

Infelizmente muitas vezes essas pessoas, fortemente uranianas deixam ao longo de sua vida muitos projetos inacabados, pois nenhum, ao realizar-se, acaba indo de encontro aos seus ideais (muitas vezes utópicos).

O trânsito de Urano pelas casas astrológicas de nosso Mapa de Nascimento traz sempre períodos de questionamento, de inquietações muitas vezes acompanha bruscas e repentinas tentativas de eliminarmos o “modelo” que não aceitamos mais. O cuidado aqui, e o que sempre alerto ao meus clientes, é que as mudanças são sim importantes porque nos levam ao crescimento. Aceitar que tudo tem um começo, meio e fim é entender como as coisas funcionam por “aqui”.

Mas não podemos deixar de lembrar que Urano é também o violento para a Astrologia, tendo alto poder de destruição. Nós não podemos nos deixar arrastar pela impulsividade, a destruição pura de algo, sem ter algum projeto substituto que nos faça um maior sentido. Avaliar sempre o assunto da casa onde Urano transita e promover mudanças sempre visando o nosso crescimento, do contrário, apenas iremos destruir algo, que pode não ter sido bem introspectado, levando a posteriores a uma frustração maior – perda de algo que na real não estávamos prontos para perder.

Sem falar que quando rompemos com algo quase sempre implica em estarmos incomodando os outros, aqueles que querem manter a ordem já estabelecida, se voltando contra nós.

Por exemplo: a relação amorosa rompida que não nos faz mais sentido, atiça a ira do outro que pode se sentir rejeitado e nos lançar no mínimo ao recebimento de pensamentos de fúria.

A entrada de Urano no signo de Áries trará uma etapa para iniciar as coisas de forma diferente, rompendo a tendência que temos de fazer as coisas sempre da mesma maneira. Seremos mais criativos e mais experimentais. Outras fontes de energia serão usadas. Poderemos passar por mudanças que irão desde a transformação espiritual até mudanças evolutivas sociais globais, porque Urano em Áries irá provocar mais inconformismo em relação as nossas lideranças, podendo então surgir novas formas de comando na política mundial. Pode haver mais greves, rebelião desafiando o modelo vigente.

Haverá uma mudança de mentalidade em relação ao individualismo para promover o crescimento pessoal. O sistema da globalização pode sofrer abalo, pois enquanto forças atraiam a individualização, existem forças querendo a mudança dos hábitos individualistas.

Urano nas Casas no Mapa de Nascimento

Urano na casa 1
Comportamento independente, que busca encontrar um modo de expressão original, até mesmo único. Teimosia. Excentricidade. A pessoa aqui pode ser genial ou maluca.

Urano na casa 2
Perturbações financeiras, investimentos aventurosos, imprudência material. O indivíduo pode ganhar com tecnologia, criatividade, ciências alternativas, eletricidade. Tem grande capacidade em ser inventivo nos negócios ou para ganhar dinheiro.

Urano na casa 3
O individuo busca diferenciar-se de seu ambiente e mostra-se dotado para os estudos técnicos ou modernos. Risco de acidentes. Mente progressista ou rebelde. Pode haver dificuldades na relação com irmãos ou no seu meio ambiente. Forte desejo de viajar. Estar em movimento.

Urano na casa 4
Pode haver o desejo de desligar-se do círculo familiar querendo independência. Instabilidade no lar, rupturas familiares, numerosas mudanças. Decoração da casa moderna e original. São pessoas que não se apegam ao lar.

Urano na casa 5
Criatividade artística desfazendo a marca das tradições. Vida amorosa independente e instável. Pessoas que não querem se responsabilizar pelos filhos ou por situações românticas. Para a mulheres esta posição pode trazer gravidez inesperada ou problemática. Os filhos aqui podem ser originais ou complicados.

Urano na casa 6
Aqui pode haver uma certa aversão pela rotina no trabalho. Muitas mudanças de emprego. Indisciplina ou instabilidade no trabalho. Doenças súbitas.

Urano na casa 7
As uniões ou associações aqui poderão ser livres, sem o comprometimento legal. Atrai ligações com pessoas uranianas. Pode haver uma incapacidade de suportar uma vida a dois. São pessoas que podem começar a acabar relação de repente, ou terem vários relacionamentos. Não podem se sentir presos nas relações.

Urano na casa 8
Pode haver rupturas brutais com o ambiente. Flutuação financeira. Perda em investimentos. Perda ou conflitos em heranças. Problemas financeiros com associações. As pessoas aqui precisam eliminar discórdias para não acabar em violência. Morte súbita.

Urano na casa 9
Idéias originais ou reformadoras. As viagens com cunho de aventuras. Quanto mais aprendem mais essas pessoas se sentem livres. Visão religiosa não ortodoxa. Risco de acidente quando em viagens ou nos meios de transporte.

Urano na casa 10
A pessoa ou irá agir de modo audacioso e original em sua vida profissional, ou ao contrário, terá seu destino marcado por perturbações, incapacidade de controlar os acontecimentos. Não querem ter patrão.

Urano na casa 11
Amigos originais, amizades vividas sob o signo da liberdade recíproca. Mudanças de objetivos e planos. São pessoas futuristas e progressistas.

Urano na casa 12
Provocações imprevistas, que acontecem de modo súbito. Risco de acidentes ou de operações cirúrgicas. Pode haver desapego pelo cotidiano, eventual marginalidade. Pode ser inimigo de si mesmo se perde o controle.

Ely da Costa Varella

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella