Facebook

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Família



Sempre que eu atendo um cliente para uma consulta astrológica, após abordar os três pontos chaves da leitura: sol, lua e ascendente que irão respectivamente informar sobre a individualidade, a manifestação emocional e como o consulente se mostra para o mundo, sua persona. Então é hora de falar sobre a família. Esta é a origem de tudo; de onde viemos, de que tipo de lar; qual teria sido a base moral desse lar. Porque é certo que a família tanto pode nos ajudar a nos desenvolvermos seguros, equilibrados, como pode ser ela a fonte de várias dificuldades que carregamos ao longo da vida.

As dificuldades aqui vividas nos levam a ficarmos presos em teias emocionais que nos irão dificultar na hora de darmos e recebermos amor, compreensão, apoio etc. Porque é certo que os hábitos adquiridos não são fáceis de serem abandonados.

A vida familiar está associada à casa quatro do mapa astrológico, cuja cúspide chamamos de Fundo do Céu, e designa em um Tema o nadir, diametralmente oposto ao zênite, ou Meio do Céu.

Esta casa tem como dono natural o signo de Câncer, que exprime todos os valores maternos, nutrientes e protetores. Sendo este signo regido pela Lua e o quarto signo na ordem deles.

Esta casa além de ser o lar do início de nossa vida, será futuramente a família que iremos formar, pois esta casa é o lar psicológico que cada um carrega dentro de si.
“É a hereditariedade e o solo produtivo que providencia a satisfação dos desejos físicos e emocionais da criança. É o passado. E o futuro é desenvolvido pelo passado. Por isso a frase corriqueira: filho de peixe, peixinho é”; como tão bem disse Anna Ribeiro.

Avaliar a família sempre será preciso examinar os planetas que ocupam esse setor (casa quatro) e paralelamente a posição do regente da quarta casa; uma quarta casa ocupa por Vênus ou Júpiter, por exemplo, será uma indicação de um lar caloroso e harmonioso, estando esses planetas bem aspectados. Por outro lado, a presença de Marte ou Urano nesta casa astrológica, pode trazer conflitos e separações.

E naturalmente devo sempre olhar a Lua (analogia natural com a família), sua posição nos signos e nas casas, seus aspectos, podem nos falar muito sobre o modo como o consulente vive suas relações familiares. Principalmente a Lua nos dirá muito a respeito da mãe desse consulente. Como da mesma forma o Sol nos dirá a respeito de seu pai.

Os Planetas na Casa Quatro:

Sol
Grande influência do meio familiar, apego ao lar sempre na esperança de que seja continuamente alegre. Se sente bem em casa. Em geral aqui a família é bem situada. Esta posição pode tornar o individuo impressionável, se preocupando com a família o tempo todo. A personalidade aqui, afirma-se em sua casa, sem renegar as origens. Conforto em casa; sabe ser boa anfitriã. O indivíduo pode até desenvolver uma vida profissional que permite que trabalhe em casa.

Lua
Aqui haverá uma forte ligação familiar. Gosto pelo lar. Guarda as memórias, lembranças que viveu, em família. Quer ter conforto e abundância em casa. Recebe proteção da mãe. É um lar que pode ter criado os filhos com devoção e lealdade. Um dos pais pode ter variação de humor.

Mercúrio
Aqui provavelmente houve relações intelectuais interessantes com os pais, desde que bem aspectado. O contrário pode ter sido um lar com muita discórdia, discussão ou conflitos de idéias.  Os pais podem ser bem educados. Uma família que se preocupa com questões domésticas.

Vênus
Relações harmoniosas com os pais. Um ambiente feliz e pacífico. É na esfera familiar que o indivíduo desabrocha afetivamente. Um lar de bom gosto, com senso estético apurado. Gosto de ficar em casa. Gosta de receber as pessoas em casa.

Marte
A atividade ou agressividade são exercidas no domicílio. Conflitos eventuais no lar ou com os pais. Tensão em casa. O indivíduo pode ter crescido em ambiente desarmônico. Quando este planeta está bem aspectado pode trazer uma necessidade por parte do indivíduo de defender sua casa, sua família.

Júpiter
Alegrias no lar e nas relações com os pais. Uma família acolhedora, de coração aberto, generosa. O lar aqui pode ser confortável e espaçoso. Se o planeta estiver mal aspectado, pode trazer insatisfação em família.

Saturno
Aqui temos uma família mais preocupada com disciplina, regras, deveres, do que a demonstração de afeto. Isso provoca no filho a sensação de isolamento, de solidão no lar. Se este planeta estiver mal colocado, então teremos um lar em condições difíceis para criar seus filhos. Fato que faz com que muitas vezes a relação seja melhor quando da saída do filho deste lar.

Urano
Este planeta pode trazer condições domésticas e familiares instáveis. Família nervosa que leva o filho a querer se desligar desse núcleo. Ser livre, independente o quanto antes. Pode haver muita instabilidade, mudanças, fazendo com que o filho cresça sem ter responsabilidade doméstica porque julga não ser esta sua obrigação.

Netuno
Família espiritualizada ou idealista. Dons mediúnicos. Lar de bom gosto; romântico. Pode ser uma família envolta em uma aura de mistério. Estando Netuno em mal aspecto, traz um cenário confuso, caótico, uma grandes instabilidade, pais boêmios. Muitas vezes, os filhos aqui não têm a menor noção da real personalidade de seus pais.

Plutão
Tensões, lutas de poder. Pais dominadores. Frequentemente aqui será sentido um ambiente familiar destrutivo. O filho parte ao longo da vida para cortar o cordão umbilical. Pode haver jogos de manipulação por parte de um dos pais.


Os Signos na cúspide da Casa Quatro:

Áries
O indivíduo aqui poderá experimentar uma forte competição em casa. Possível luta com um dos pais; poder de argumentação. Não será dado aos afazeres domésticos. Pode gerar muita impaciência em assuntos domésticos e familiares. Esta pessoa irá, ao mesmo tempo em que quer sua independência do núcleo familiar, irá querer mandar nela, impor suas idéias.

Touro
Aqui encontraremos uma pessoa que dá muita importância ao lar. Apego à família. Este indivíduo é mais conservador, tradicional em assuntos domésticos e familiares. Pode ter crescido em um lar sólido, confortável, estruturado que lhe proporcionou segurança para o seu desenvolvimento. Esta família é do tipo que acumula bens, coisas. Ele será com certeza mais materialista.

Gêmeos
Quem tem este signo na cúspide da casa quatro, é mais desligado dos assuntos domésticos e familiares. Tem curiosidade a respeito da família, mas não se apega. São pessoas que não gostam de ficar muito tempo em casa. Ao longo da vida podem até ter duas casas, duas famílias. Mas irão sempre gostar de ter movimento de pessoas em casa. Receber os amigos para uma boa distração.

Câncer
A cúspide neste signo traz um indivíduo sentimental em relação à família. Forte ligação no lar e nos assuntos domésticos. O lar aqui é como um útero para esta pessoa. Aqui ele se sente plenamente protegido. Quanto mais velho fica, mais se apega ao lar. Importante para esta pessoa é saber que embora viaje muito, ou passe longos períodos fora de sua casa, ele terá um lugar para voltar. Um dos pais acaba tendo forte influência nesta pessoa.

Leão
Aqui estamos falando não de uma casa, mas sim do castelo do rei. O indivíduo aqui quer ser o centro das atenções da família. Desde criança pode se portar como sendo o dono da casa. Sente-se orgulhoso de sua casa e de sua família, onde não se furta em abrir as portas para receber em casa os amigos.

Virgem
O indivíduo foi criado em uma família organizada. A casa sempre em ordem. Cada coisa em seu devido lugar. Um lugar sempre bem cuidado, limpo. Com certeza fará em adulto um lar para si nestas mesmas condições. Em casa esse indivíduo é um perfeccionista.

Libra
Neste signo a família busca o equilíbrio, a harmonia, a paz. A casa geralmente é bonita, harmoniosa de bom gosto. Pouca discussão em família, tudo pode ser diplomaticamente resolvido. Esse indivíduo não gosta de ficar sozinho em casa.

Escorpião
Neste signo encontramos uma família mais intensa; tanto pode ser uma família leal, unida, como uma família passional onde o indivíduo sente a necessidade de cortar os laços para poder crescer. É um modelo de família mais controladora.

Sagitário
Um modelo de família mais filosófica. Família que gosta de viajar, de liberdade. Normalmente o lar é espaçoso. Pode haver exageros e desperdícios em casa. A pessoa aqui pode ansiar por morar num lugar distante de onde nasceu ou de onde está.

Capricórnio
Uma família mais rígida, mais disciplinadora. Regras e deveres foram ensinados aqui. Haverá responsabilidade em família. Forte ligação com um dos pais. Em alguns casos haverá ressentimento pelo forte rigor da criação. Em adulto evitar muitas mudanças de casa. Pode querer ficar independente da família por se sentir sufocado neste ambiente.

Aquário
Este indivíduo veio de uma família que era bastante livre, inconvencional. Pode haver teimosia em casa, querer fazer do seu jeito. Uma convivência familiar cheia de altos e baixos. A casa sempre terá um tom original, diferente na maneira de decorar. Na família pode ser mostrar um rebelde.

Peixes
Família de sacrifícios. Obrigações domésticas. Torna um ambiente sensível e forte carga emocional. Na fase adulta pode se preocupar demais com a família a ponto de sacrificar-se por ela. Essa pessoa mais idealiza um lar, do que propriamente o transforma como em seu sonho.
Ely da Costa Varella 

Um comentário:

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella