Facebook

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Astrologia e a Cabala

O primeiro astrólogo cabalista foi Abraão há 3800 anos atrás. É de sua autoria o livro Sefer Yetzirá (o Livro da Formação) onde ele discorre sobre os segredos do Universo, inclusive a astrologia e a cosmologia.

A astrologia convencional é baseada no calendário solar ou Gregoriano, e a astrologia cabalista usa o calendário Hebraico que se fundamenta tanto na posição do sol quanto da lua.

“Todo mês temos a habilidade de assumir o controle sobre as influências astrológicas do mês.  Os Centros de Kabbalah ao redor do mundo oferecem Conexões com a Lua Nova, apresentando meditações e sabedorias que nos ensinam a assumir a consciência daquele mês” (The Kabbalah Centre).

“A Cabala nos ensina que o curso da história transcorre como resultado dos processos cíclicos de energia do ano e não por causa de eventos físicos.  Assim, ao olhar para o instante em que cada momento histórico ocorre, podemos melhor entender por que ele aconteceu” (The Kabbalah Centre).

A astrologia cabalista tem como base sete planetas:
Sol = Leão
Lua = Câncer (Caranguejo)
Mercúrio = Gêmeos e Virgem
Vênus = Touro e Libra
Marte = Áries e Escorpião
Júpiter = Sagitário e Peixes
Saturno = Capricórnio e Aquário

O interessante é que por causa do Sol e a Lua apenas regerem um signo cada um, provocou um desequilíbrio nesses meses. Esse desequilíbrio faz com que Tamuz, regente do signo de Caranguejo (Câncer) ande de lado e não para frente ou para trás e também é o único mês que tem o nome de uma doença: câncer

Nissan = Áries
A história nos mostra que o mês de Nissan marca o fim do exílio israelita do Egito. É o fim da servidão para a liberdade. Para Kabala esse mês nos traz a força cósmica para nos libertar de todas as limitações e servidões de todos os tipos. Nissan é regido por Marte o planeta da guerra, nos permitindo promover o combate contra os conflitos em nossa vida. No evento conhecido como “Seder” recebemos o poder de utilizar esta janela cósmica para reinar vitoriosos nesta luta contra a negatividade.
Os nascidos sob o signo de Áries são tipicamente poderosos, energéticos, vigorosos, pioneiros, agressivos, progressivos, militantes e dominadores.  Quando se trata de lutar, eles fazem qualquer coisa para vencer e para ser os primeiros a alcançar o objetivo e derrotar o inimigo.

Iyar = Touro
Esse mês hebraico iyar significa ani hashem rofecha – eu sou Deus, aquele que te cura. Por isso nesse mês temos a capacidade de disparar processos de cura. Todo o mês de Iyar cai durante o período de Sfirat Haomer (a Contagem do Omer).  Durante esse tempo, contamos 49 dias entre a Páscoa (Pessach) e Shavuot, e cada dia nos oferece uma oportunidade de corrigir coisas negativas que tenhamos feito no passado.  Esses 49 dias constituem sete vezes sete diferentes níveis de negatividade, todos levando à revelação no Monte Sinai e à Imortalidade, acessada em Shavuot. E porque o mês de Iyar sempre cai durante o Omer, é um período de energia baixa. É um período em que podemos merecer ganhar a Luz que recebemos na Páscoa (Pessach) e preparar-nos para nos libertar de todas as formas de morte e de finais – nos relacionamentos, nos negócios, na saúde e em todos os aspectos da vida.
Os taurinos buscam a estabilidade na vida. Por isso a segurança financeira é importante. Normalmente tem o controle do seu dinheiro e dos seus bens. Apegados a tudo que é deles na tentativa de se sentirem seguros. Por isso que durante a vida vivenciam perdas de dinheiro para aprenderem a se desapegar do domínio físico sobre suas vidas.

Sivan = Gêmeos
Este é o terceiro mês do ao lunar hebraico. Muitos segredos foram revelados no cosmo durante o mês de Sivan.  Sivan é conhecido como o mês de “Matan Torá – o recebimento da Torá”.O sexto dia do mês, o feriado de Shavuot, é o dia cósmico em que encerramos a contagem do Omer e culmina no 49º. dia da contagem que iniciamos no primeiro dia de Pessach (Páscoa).  Quando a incrível luz da liberdade foi revelada na Páscoa, essa luz nos foi dada sem nenhum esforço da nossa parte.  Por isso “contamos o Omer”, para construir receptores, através da correção das nossas ações que fizeram com que a Luz se ocultasse.  Nesse 50º. dia após.a Páscoa, alcançamos o nível de Biná.  Uma incrível quantidade de luz é revelada neste dia, já que é o aniversário de quando o povo do mundo recebeu a Torá, a energia de Zeir Anpin – a luz infinita de “bila hamavet lanetzach – quando a morte foi engolida para sempre, o que resultou na imortalidade. Esta mesma energia de imortalidade é revelada a cada ano em Shavuot. O Ari diz que quem fica acordado em Shavuot, envolvido com o estudo do Zohar, recebe a promessa de total proteção e segurança até Rosh Hashaná.
Os geminianos tem uma curiosidade natural. Precisam coletar informações de qualquer assunto. O desejo maior deles é saber tudo, porque conhecimento é poder. O problema é que eles pulam de assunto a outro sem a necessária profundidade deixando um rastro de dúvidas e incertezas. Disso resulta na relutância deles em entrar em qualquer tipo de compromisso. A dualidade geminiana está presente em todas as áreas da vida. Eles conseguem fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo. O ideal para esse nativo é encontrar um mestre que seja capaz de dar respostas satisfatórias para todas as questões geminianas.

Tamuz = Câncer
Este é um dos três meses negativos do ano, a saber: Tevet quando o cerco a Jerusalém começou; em Tamuz os muros em torno de Jerusalém foram derrubados; Av quando aconteceu a destruição dos dois templos sagrados de Jerusalém. No décimo sétimo dia de Tamuz, Moisés desceu do Monte Sinai com as Tábuas, trazendo ao mundo o poder e a energia de imortalidade.  No entanto, os israelitas e a multidão misturada não tiveram paciência para esperar que Moisés descesse do Monte Sinai e construíram o Bezerro de Ouro, cuja visão fez com que Moisés derrubasse as Tábuas.  Este momento foi marcado pela colisão de duas energias; o poder da imortalidade e o caos, com sofrimento, depressão e morte. O fato histórico da derrubada das muralhas no décimo sétimo dia de Tamuz foi simplesmente a manifestação da incompatibilidade entre o potencial do receptor espiritual e a realidade do desejo de receber para si mesmo. Se não fizermos esforço para “amar o nosso próximo como a nós mesmos”, estaremos essencialmente escolhendo o Bezerro de Ouro e igualmente faremos com que nossas muralhas sejam derrubadas e daremos início a um processo de destruição em vários aspectos das nossas vidas.
O mês Tamuz nos traz o poder de removermos todos os problemas ou situações negativas em nossas vidas que possam causar a doença câncer em nosso organismo. A constante mudança da lua imprimi em seus nativos uma forte sensibilidade. A carência deles faz com que seja o signo que mais precisa de amor. Sempre acham que falta algo e isso pode levá-los à depressão. São pessoas que precisam desapegar do passado e enxergar além dos sentimentos desconfortáveis e das feridas. Só assim podem encontrar a felicidade e o amor verdadeiros.

Av = Leão
O nono dia de Av é um dia de jejum, não porque os dois Templos foram destruídos, mas sim porque é um dia que se presta a calamidades.  Quando não existe união, nenhum mínimo de dignidade humana entre as pessoas, essa energia negativa se acumula e culmina no nono dia de Av. Qual é a solução?  Uma mudança de consciência e de comportamento.  É muito fácil apontar dedos e culpar os outros, mas é mais difícil transformar-se a si mesmo e às suas atitudes, ser paciente, perdoar e amar.  Se cada um de nós pudesse se perceber como uma bomba relógio, em que cada ação egoísta disparasse o pavio, seríamos muito mais cuidadosos com nossas ações e palavras.  O nono dia de Av é um dia de destruição, mas ao mesmo tempo é o nascimento do Messias.  Onde existe a maior escuridão, ali também se encontra o maior potencial para revelar uma imensa luz, mas tudo depende das nossas ações.
Mais há um evento positivo que diminui esse impacto do julgamento é o décimo quinto dia de Av – o dia mais feliz do ano.  Nesse dia, tanto o sol quanto a lua estão plenos.  O sol - Zeir Anpin, o polo positivo – representa o aspecto masculino do universo.  A lua - Malchut, o polo negativo – representa o aspecto feminino do universo.  Quando a lua reflete a luz do sol, recebemos esse poder de “luz retornante” —a força de dar, cuidar e amar incondicionalmente.  Por isso nossos sábios afirmaram que não há dia mais feliz no ano, e essa oportunidade cósmica rara nos permite encontrar nossa alma gêmea.   Da mesma forma que o sol e a lua encontram-se em harmonia nesse dia, também nós podemos atrair essa parceria para nossas vidas.
Quem nasceu sob esse signo são determinantes, líderes com muita força vital. Ingredientes que podem levá-las a experimentar as armadilhas do elo e do orgulho, que os impede de ajudar os outros. Se você é um leonino deve aprender que o único controle que tens é desenvolver o autocontrole.

Elul = Virgem
Financeiramente, não é um mês fácil.  Muitas mudanças importantes podem acontecer, a necessidade de novas iniciativas de negócios, diferentes, com nova consciência.  Podem ocorrer conexões de negócios internacionais.  Também ocorre uma grande incidência de imigração neste mês, onde mais pessoas sentem a necessidade de sair de suas terras natais a fim de ir para outros lugares, procurando a sorte e uma mudança de vida. Nos relacionamentos pessoais, ocorrem mais conexões internacionais e reuniões, o que significa que há mais abertura para sair do círculo familiar / tradição tribal para conhecer novas e diferentes pessoas e nações.  Existe uma maior tendência a ampliar o receptor metafísico a fim de melhor entender, através do conhecimento cabalístico, o significado da vida, tanto no aspecto pessoal, quanto global.
Estes nativos precisam alcançar a segurança financeira através do trabalho. São ótimos serviçais da sociedade. A função deles é organizar qualquer estrutura de trabalho para que tudo funcione muito bem. São ótimos para lidar com a cura do corpo e da alma. São pessoas muito críticas; sabem enxergar o que está errado com os outros, mais é difícil auto criticar-se e esse é o verdadeiro ensinamento que os virginianos devem aprender.

Tishrei = Libra
Os dez primeiros dias de Libra são chamados “Os Dez Dias de Arrependimento”, cujo auge é Yom Kipur – O Dia do Perdão – o dia em que o veredicto é dado.  Arrependimento, Oração e Caridade podem anular qualquer negatividade que esteja vindo em nossa direção. O que acontece nesse mês em termos astrológicos? O Sol e a Lua estão juntos em Virgem, a sétima casa – a casa de Libra. Não há dúvida de que ocorre seriamente o fechamento de um capítulo.  Uma mudança está a caminho.  O mapa astrológico enfatiza a necessidade de mudança, o que significa ir em direção a um novo começo.  A crítica paira no ar, e há uma capacidade elevada de enxergar o que está errado, o que não está funcionando nas áreas profissional, pessoal e conjugal – existe a necessidade de uma faxina completa – de olhar para dentro e ver o que tem de ser mudado. Devido à pressão cósmica, há uma necessidade incomum de assumir novas responsabilidades, que resultarão em compromissos para o ano todo em diversas áreas.  Esteja aberto a novas idéias e seja flexível. 
Libra é a Balança cujo significado é pegar duas coisas opostas e diferentes e conferir a diferença entre as duas. Em Rosh Hashaná essa ação metafísica ocorre, quando todos os nossos atos são pesados, os bons e os maus.  As balanças na verdade são examinadas, e é tomada a decisão sobre quem vai viver e quem vai morrer, quem vai ser rico, quem vai ser pobre, de acordo com os pratos da balança.
Os librianos tendem a agradar todo mundo; políticos, diplomatas enxergam os pontos negativos e positivos de uma mesma situação, por isso é difícil para eles tomar decisões. São bons nos negócios. Devem aprender a ser caridosos. Fazer doações a fim de infundir o dinheiro com positividade e emprestar-lhe o equilíbrio correto.

Mar Chesvan = Escorpião
Mar-Cheshvan, como o mês é formalmente conhecido, significa em hebraico amargo Mar Cheshvan. No entanto, ele pode se transformar em Ram Cheshvan (elevado Cheshvan).  Nosso trabalho durante o mês é transformar aquilo que é amargo em doce, o que é inferior em mais elevado.  Precisa haver forte consciência e auto controle para alcançar esta transformação.  Não é fácil transformar as forças escuras em completamente claras. Cheshvan tem a tendência de ser um mês carregado de energia negativa.  É um dos únicos meses que não possui feriados, o que faz dele um bom período para nos concentrarmos em padrões repetitivos nos quais tenhamos caído, nos maus sentimentos que abrigamos e nas mágoas que ainda carregamos. Se superarmos a tendência natural para a vingança, no sentido de fazer justiça com nossas próprias mãos, dar às pessoas o que elas “merecem”, e nos dedicarmos a revelar mais Luz no mundo, poderemos esperar sobreviver a esse mês delicado.  Conforme diz o Rav Berg, a guerra contra a escuridão não é feita com armas e artilharia, mas sim acendendo tantas velas quanto possível.  Quanto mais Luz trazemos ao mundo, tanto mais escuridão eliminamos, porque a escuridão não pode existir onde há Luz.
Para esse nativo é tudo ou nada. O morno não existe. Apaixonados e passionais. O sexo, o dinheiro são a porta para deterem o controle e o poder. São místicos, intuitivos, dotados de fortes poderes espirituais. O amor é tudo para esse nativo. Seu maior medo? perder o controle de sua vida e quiçá até daqueles que estão próximos a ele.

Kislev = Sagitário
Os dias mais importantes de Kislev são os dias de  Chanuká, que começa no dia 24 de Kislev e termina no dia 2 de Tevet. Acendemos as velas de Chanuká para nos conectar com o milagre que ocorreu no tempo dos Hasmoneus, quando o óleo que daria somente para um dia queimou durante oito dias no Templo Sagrado em Jerusalém.  Esse exemplo incrível de poder da “mente sobre a matéria” aconteceu por causa das duas letras que controlam esse mês; Guimel  cuja essência é de Gomel Dalim (recompensando os pobres), e a letra Samech, que criou o mês de Kislev. Essas condições, em conjunto com as ações metafísicas que foram realizadas pelos Hasmoneus, propiciaram esse milagre, que aconteceu há 2000 anos atrás.  Estamos sujeitos àquelas mesmas condições a cada ano, no dia 24 do mês de Kislev.  Essa energia é revelada novamente durante oito dias, desde que nos conectemos com ela através das velas de Chanuká , e isso nos permite criar incríveis milagres em nossas vidas.  O poder de milagres existe e está disponível para que o acessemos todos os dias do ano.  Temos apenas que acender s velas com as devidas meditações, e com isso ativamos esse sistema metafísico de milagres em nossas vidas.
Esse nativo é aventureiro. Desafia seu destino assumindo riscos desnecessários. São otimistas debochadas e cabeça fresca. A liberdade é tudo. Amam a vida. Estas pessoas acham que podem resolver todas os problemas e farão tudo que lhes for requirido.

Tevet = Capricórnio
Capricórnio é um dos três meses mais difíceis do ano, mas graças ao feriado de Chanuká, que se estende aos primeiros dois dias de Tevet, recebemos uma injeção da força da Luz que pode nos sustentar durante esse mês.
Este nativo precisa de segurança financeira. Crêem apenas nos seus cinco sentidos, difícil enxergar além das aparências. Possuem fortes laços com o lar. São ótimos cuidadores, que geralmente podem ter pouca fé na força da Luz, porque são facilmente controlados pelas forças físicas.  Eles temem o que o amanhã pode trazer e uma possível falta de fundos para sobreviver.  Esses temores impedem muitos capricornianos de se tornarem mais espirituais.

Shevat = Aquário
Os Kabbalistas explicam que a Era de Aquário começou há aproximadamente 400 anos atrás e é considerada a Era da Revelação ou a Era da Redenção.  Por que Aquário, ou "Shvat", de acordo com o calendário hebraico, simboliza a redenção?  Porque os aquarianos percebem o mundo como unificado e os Kabbalistas consideram esta a base para a verdadeira redenção.  Redenção é quando toda a negatividade for purificada, quando a humanidade estiver livre do mal e da fragmentação.  Por causa do seu elevado nível de consciência, os aquarianos estão diretamente ligados a esse momento redentor.
Os Aquarianos se destacam na multidão e não conseguem ser ignorados.  Eles demonstram muito potencial quando crianças, e como adultos são idealistas que lutam para mudar o universo com idéias originais.  São rebeldes, e sua preocupação é o bem estar da humanidade como um todo.  Eles se rebelam contra formas estabelecidas de fazer as coisas, sempre procurando encontrar novas e melhores maneiras de resolver os problemas do mundo. Embora os aquarianos procurem justiça para todos, essa é uma busca global, não pessoal.  Eles apoiam causas que sejam grandes e nobres, enquanto falham em ser sensíveis com aqueles ao seu redor que estejam sofrendo.  Aos aquarianos geralmente falta senso prático, e eles são apaixonadamente independentes e privados.  Seu desejo de ser original os faz afastar-se da multidão.  Apesar de sua natureza amiga e aberta, eles também representam o mais teimoso de todos os signos.  Eles rejeitam todas as estruturas estabelecidas e lutam para manter sua individualidade e liberdade a fim de exercer suas idéias inovadoras.  Eles detestam confinamento de qualquer tipo. Ainda assim, a barreira mais desafiadora que enfrentam geralmente são seus egos.  Mesmo quando começam a realizar mudanças em suas vidas, seu foco tende a ser no externo, e eles têm problemas em mudar verdadeiramente no seu íntimo.

Adar = Peixes
Adar é conhecido pela festividade de Purim. De acordo com os sábios, este será o único feriado que continuará a ser celebrado no mundo depois da chegada do Messias.  “Quando Adar começa, a alegria entra”, como diz um famoso ditado hebraico.  É um mês de felicidade, milagres e maravilhas.  Ele nos possibilita alcançar o estado de mente sobre a matéria, superar nossas dúvidas e nos conectar com a Luz. Adar é o único mês que se repete em um mesmo calendário anual. Por causa da diferença entre o ano lunar e o ano solar, os sábios adicionam um mês hebraico extra ao ano lunar a fim de equilibrar os dois.  Esse evento ocorre aleatoriamente 7 vezes a cada 19 anos.  Quando temos dois meses de Adar, temos uma dose extra dessa energia poderosa.  Adar é o ultimo dos meses femininos e é o sexto mês a partir de Libra e do Ano Novo Kabbalista.  Seis representa Yessod, a emanação luminosa que transfere energia para Malchut, nosso mundo.  Assim, Adar nos dá ainda mais potencial para sermos canais para os outros.
O pisciano que nada contra a maré representa o potencial poderoso dos “Peixes” Eles podem ser “tubarões” – lideres muito carismáticos e fortes, com visão e clareza sobre a liderança, que podem guiar uma nação inteira, como Moisés, que também era de Peixes. Mas aqueles piscianos que preferem seguir a maré podem ser pessoas fracas, que são levadas facilmente e tendem a ter padrões viciados de comportamento. Eles são marcadamente sensíveis e vulneráveis, com intuição maior do que todos os outros signos.  São pessoas muito profundas, seja no que se refere a opiniões, pensamentos ou inspiração.  Os piscianos possuem um singular talento para sentir os outros, porque podem penetrar verdadeiramente no coração e nas mentes das pessoas e sentir a dor e o sofrimento dos outros.

Ely da Costa Varella

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella