Facebook

sábado, 10 de novembro de 2012

Saturno no Signo de Escorpião



No dia 05 de Outubro de 2012 nosso mais sério e sisudo planeta – Saturno começou sua jornada no signo de Escorpião, onde permanecerá até o ano de 2015. Disso resulta uma reviravolta social, econômica, financeira mudando a vida humana aqui na nossa querida Terra.

Porém ao mesmo tempo em que Saturno estará em Escorpião, Plutão permanece no signo de Capricórnio o que nos traz a chamada “recepção mútua” na Astrologia, ou seja: cada um desses planetas está no signo regido pelo outro, ou seja: em domicílio, exaltação, triplicidade, termo ou face. Entendendo melhor: Saturno naturalmente é regente do signo de Capricórnio e Plutão naturalmente é o regente do signo de Escorpião.

Qual é o problema de encararmos um Saturno em Escorpião? a rigidez saturnina não combina em nada com intensidade aquática de Escorpião. Escorpião regenera, transforma e Saturno fica resistindo às mudanças. Porém nosso Senhor do Carma – o Saturno consegue ser um moderador para as explosões desse signo que não deixa nada para amanhã, quando resolve matar aquilo que não serve mais.

O resultado dessa parceria se traduz em persistência. Olhar meticuloso, determinação. Não seria essa a melhor receita para o sucesso?

Nestes próximos anos o que iremos assistir é uma grande parceria: Saturno/Plutão. A corda e a caçamba. Os dois planetas mais intensos do universo astrológico irão se ajudar.

Plutão em Capricórnio está aí desde 2008 e o que temos assistido no cenário mundial é a grande mudança na forma de se fazer política e de lidar com a econômica. Mudanças fortes. Com o Saturno envolvido essas mudanças terão uma base concretizadora e mais eficaz.

É chegada a hora dos “Novos Tempos” para o ser humano. Chega de sombra. Chega das coisas acontecendo por baixo do pano, sem que em muitas vezes a gente nem se dá conta do que está acontece. Chega das coisas feitas por trás dos bastidores.

Essa parceria planetária pode trazer uma nova consciência social. Quem sabe ainda se levanta uma voz nova na política trazendo Luz onde há trevas. Tomara que desigualdade social seja banida. A hora e a vez de dizer não definitivamente a corrupção governamental.

Pesquisando o efeito desses dois planetas outrora, achei o trabalho do conselheiro astrológico Antonio Rosa português que pontua: “Foi no período de 1776 a 1779 que houve a recepção mútua no Céu, anterior à actual, entre Saturno e Plutão. Mudanças irreversíveis ocorreram no mundo. As transformações permearam desde a contestação de Voltaire dos dogmas da igreja católica, fazendo uso da razão, questionando a fé, até a grave crise económica vivida por Portugal e a declaração da independência dos Estados Unidos da América. A par de conceitos novos como era o caso da democracia {um bem para a humanidade}, o capitalismo começou a dar passos muito significativos e a Europa foi-se convertendo a este sistema económico. Catarina, a Grande, da Rússia imperial sobe ao poder e com ela, toda uma nova maneira de pensar que invadiu as velhas monarquias europeias e criou o aparecimento dos novos países, como o Brasil e a América.

Entre 1776 e 1779 ocorreram numeroso eventos de grande significado: fundação de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi fundada a cidade de San Francisco.

Início da Revolução Americana, contra o colonialismo britânico, com a publicação da Declaração da Independência dos Estados Unidos. Utilizado pela primeira vez na Declaração da Independência o nome "Estados Unidos da América". Ficou pronta a Declaração de Independência, cujo principal autor foi Thomas Jefferson.

Criação do Vice-Reino do Rio da Prata, com capital em Buenos Aires e jurisdição sobre os atuais Uruguai, Argentina, Paraguai e Bolívia. Grande Incêndio de Nova Iorque de 1776. 

George Washington derrota as tropas ingleses na Batalha de Princeton. D. Maria I, sucessora de D. José I no trono de Portugal, afasta do poder o marquês de Pombal. São as velhas estruturas a serem derrubadas. A  Espanha chegou a um acordo com Portugal, assinando o Tratado de Santo Ildefonso.

O exército britânico rende-se ao general Horatio Gates, na sequência das Batalhas de Saratoga. O Tratado de Fort Pitt é assinado formalmente entre o governo dos Estados Unidos e os Índios Nativos Americanos, que tinham sido quase massacrados com a chegada do home  branco ao território americano.

Este período da recepção mútua foi claramente dominado pelo impacto da independência da América afastando-se da velha Inglaterra. O processo de independência da América foi seguida de outras independências, já após a recepção mútua e, sobretudo quando Plutão, que aind anão era conhecido por ninguém, transitava por Aquário, entragando-se ao que era Novo.

A América representava o que era Novo e a Europa o que era Velho. Duzentos e cinquenta anos depois, a América, actualmente, representa o que é Velho e desgastado.

A terminar, quero enfatizar duas grandes questões desta recepção mútua: a Igreja Católica foi violentamente atacada, tendo perdido inúmeras prerrogativas e, sobretudo, inicia-se a noção de DEMOCRACIA, que perdura até hoje”.

Em Escorpião, Saturno fatalmente trará maior responsabilidade em assuntos financeiros tanto no que diz respeito aos recursos familiares bem como os recursos de empresa, do governo etc. Escorpião é o signo da fusão e da partilha de bens entre as pessoas, corporações e nações, por isso as maiores discussões estarão girando em torno do que e quanto devemos partilhar, quanto e quem deve pagar de impostos, com distinção do que é justo e o que é uma obrigação. Por isso a ênfase em assuntos ligados aos impostos, heranças, seguros, propriedades de terceiros. Ninguém será o mesmo após a passagem dessa dupla em nossas vidas.

No seu trânsito por Escorpião em quase três anos de trânsito, haverá inúmeras ocasiões em que essa tensão acontecerá. Poderão ocorrer conflitos a respeito de heranças, impostos e finanças conjuntas, que, com frequência, provocarão batalhas legais e perdas através de litígios. É preciso ter muito cuidado antes de partir para um briga por causa de dinheiro. Muita separação. Os assuntos ligados ao ocultismo bem como assuntos ligados a morte.

Neste trânsito as pessoas têm tendência a serem muito perfeccionistas no seu trabalho.  Se esta tendência for levada a extremos, podem adquirir a reputação de pessoas muito duras. Se alguém estiver em cargo de chefia, esta dureza pode transformar-se em arrogância e pouca consideração pelos próximos. 

Cuidado ao nutrir ressentimento. Neste período as mágoas podem ser potencializar quando se sentirem injustiçadas. Lembre-se o caminho é sempre via o “perdão”.

A fragilidade na saúde pode ocorrer em relação aos ossos, vias urinárias, órgãos sexuais. Atenção também a tendência maior a acidentes, venenos, cirurgias.

Esta passagem saturnina irá afetar mais aquelas pessoas ou lugares que tenham em seu Mapa de Nascimento um forte peso no signo de Escorpião, Touro, Leão e Aquário levando nessas situações uma probabilidade maior de tensão, confrontos, limitações. Cuidado com a tristeza, não se deixe arrastar pelo pessimismo.

Um termômetro para entender esse período em nossa vida é olhar o que nos aconteceu em datas anteriores e como lidamos com as situações. Claro que não será exatamente igual porque estamos sempre em processo evolutivo nunca somos o que fomos ontem. Mas um rápido olhar para trás pode lançar um vislumbre no futuro.

Então reflitam nessas datas: entre 30 de novembro de 1982 a 06 de maio de 1983. Esteve retrógrado até de 06 de maio a 01 julho 1983, quando retornou ao signo de Libra. Reingressou no signo de Escorpião de 25 agosto 1983 tendo transitado no signo até 17 de novembro 1985. 

E vida segue seu rumo!

Ely da Costa Varella

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella