Facebook

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Sinastria - Comparação entre dois ou mais Mapas de Nascimento!



Quem já não se questionou ao se interessar por uma pessoa; será que ele (a) é a pessoa certa para mim?



Quando estamos apaixonados experimentamos uma integração total com outro ser e tudo a nossa volta parece fazer mais sentido.



Um parceiro (a) nos completa. Invariavelmente ele (a) se torna um espelho onde nos vemos refletido. Por esta razão a casa 1 do mapa astrológico que é o domicílio do nosso signo Ascendente está em oposição a casa 7, responsável pelo nosso casamento = o outro (a).



O casamento é sem dúvida um dos atos mais importantes de nossa vida por isso antes de nos aventurarmos à subida ao altar, deveríamos parar e ao invés de só ficar questionando “será que ele (a) é a pessoa certa para mim?” fazer uma comparação entre o nosso Mapa Astral e o Mapa Astral da dita pessoa. Não que este estudo irá responder sim ou não a esta pergunta, mas sem dúvida poderíamos levar em conta a observância estrita das advertências proporcionadas pela Astrologia.


À luz deste estudo nos conscientizaríamos dos pontos de real afinidade e os pontos de conflito da relação diminuindo assim a possibilidade de separação deste parceiro (a).



Como disse Stephen Arroyo: “ao fazermos uma comparação de mapas, o que estamos fazendo exatamente? Temos em mãos os mapas de dois campos de energia humana, por assim dizer. E vamos tentar analisar de que forma essas energias irão influir uma na outra”.



Um número elevado de bons aspectos em uma comparação não significa necessariamente que o casal viverá “feliz para sempre”. Pode ser uma relação monótona.



Em 60 ou 70% dos aspectos tensos podem transformar o relacionamento nada agradável para o casal. Como exemplo, podemos imaginar um casal cujo homem seja do signo de Áries e a mulher do signo de Escorpião, eles irão morrer de tédio se não puderem de vez em quando ter um embate. Um confronto entre os dois irá estimular a relação.


Para uma boa relação será preciso avaliar o grau de atração mútua, afinidade, convivência. Os aspectos que envolvem o Ascendente, o Sol e a Lua, são muito importantes.



Os aspectos “benéficos” entre Sol e Lua representam a atração máxima, em nível profundo. Assim também os aspectos entre Lua e Lua, trazem a harmonia emocional entre o casal. Mas por outro lado os aspectos desarmônicos entre as Luas, torna difícil o convívio entre as duas pessoas. Elas podem ser boas amantes, bons amigos, mas elas simplesmente não conseguem viver juntas.  Os contatos positivos entre Vênus e Marte aumentam as possibilidades de que o casal atinja a consecução plena do prazer físico e da complementação sexual.



Os contatos entre Sol e Ascendente trazem harmonia e cooperação ativa entre eles. Já os contatos entre Lua e Ascendente representam a ternura e o sentido de proteção que um sente pelo outro.



Os aspectos chamados “negativos ou desarmônicos” como, por exemplo, do Sol a Saturno, podem provocar um clima familiar dominado pela violência contida e o receio, fatores que irão aos poucos, minando a solidez da união. Da mesma forma os contatos tensos entre o Saturno e o Ascendente torna um ambiente frio, indiferente na aparência, mais de fato entristecido, por causa das suspeitas.


Outras situações devem ser consideradas em uma comparação de mapas; as casas de um mapa que são ativadas pelas casas do outro, os pesos elementos fogo, terra, ar e água.

O estudo da comparação dos mapas em astrologia chama-se Sinastria. Na verdade muito se pode falar a partir deste estudo como será a tendência da vida do casal, mas lembrando sempre que o amor é uma flor que precisa ser bem cuidada para desabrochar sempre linda. E a vida a dois é um jardim que irá acolher cada flor que lá estiver plantado. Se você não souber que tipo de jardim você quer para você, você corre o risco de ver seu jardim ser invadido por ervas daninhas.


Ely da Costa Varella

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella