Facebook

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

A Sexualidade Sob o Ponto de Vista de Marte e Vênus nos Elementos



Para a Astrologia o Sol e a Lua são, respectivamente, os aspectos masculino e feminino da natureza humana. Mas quando se trata da sexualidade enquanto comportamento  individual, tradicionalmente teremos que analisar a dupla de planetas Vênus e Marte que representam a emotividade, a afetividade, a sensualidade, a sedução, o desejo e a virilidade. Além dos planetas Urano e Plutão, as casas cinco e oito.

Um grande número de aspectos chamados negativos em uma Carta Astral podem gerar tensões sexuais, enquanto que muitos aspectos chamados positivos podem trazer desinteresse sexual.

Atualmente o comportamento sexual vem sendo muito discutido nos meios de comunicação. Muitas são as regras, exigências, fórmulas para um bom desempenho sexual sem, contudo, haver uma preocupação em estarem explicando o que representa o sexo na vida da humanidade. O sexo é muito mais do que aparenta ser, ou que nosso parco conhecimento possa compreender. Sexo é uma energia. E como tudo que está no Universo vem de Deus, sexo nada mais é do que uma inspiração divina que nos é permitido experimentar.

Para vivenciarmos uma sexualidade saudável é preciso aprender a dar vazão a essa energia, sem ficarmos presos à vergonha, tabus, pecado, etc. As pessoas que bloqueiam esse fluxo energético podem ter muitos problemas em outras áreas da vida.

O impulso criativo está intimamente relacionado com o fluxo sexual. As pessoas mais criativas são exatamente aquelas que sabem equilibrar a sua energia sexual, tirando todo proveito desse potencial divino.

A experiência sexual permite a cada indivíduo entrar em contato com seus centros superiores e através deles descobrir o seu verdadeiro “eu”. Como bem disse, um dos meus autores prediletos, Martin Schulman: “Nem o celibatário nem o libertino conhecem a riqueza da experiência sexual, pois  o sexo não é o fim último da existência, mas o curso principal da própria vida. O sexo é o âmago da nossa essência. O objetivo do sexo não se limita à gratificação física; tampouco busca só a satisfação emocional. Não é apenas a obtenção da compreensão mental, mas sim a unificação de duas almas que se fundem na unidade cósmica, seu legado divino”. A vida conjugal seria muito mais harmoniosa se o casal antes de se comprometerem em juras sem fim, fizessem a “Sinastria” (casamento entre dois ou mais mapas de nascimento) para saberem como será a vida afetiva, sexual deles.

Se ambos estão em sintonia para oferecer o que cada um em particular espera desta união de amor. Um casal cuja integração dos mapas, apresenta aspectos chamados quadratura e oposição entre Vênus e Marte, já seria indicador de um certo desajuste ou frustração íntima. Quando estes dois planetas se relacionam de modo tenso, um problema que muitas vezes se manifesta, é uma impaciência que pode ter um com o outro.

A Astrologia é um instrumento ao alcance de todos e por isso queixas poderiam ser evitadas se houvesse maior responsabilidade de cada um de nós em se conhecer. O planeta Vênus, em um mapa feminino, tem a ver com o modo pelo qual ela manifesta sua afeição, se relaciona, se dá, como também a maneira pela qual ela procura atrair outras pessoas. No mapa dos homens, além de revelar como ele manifesta seus sentimentos, também tem a ver com a imagem da mulher ideal para ele, tanto quanto o planeta Marte no mapa de mulher indica o tipo de homem que irá atraí-la.

Aqui farei uma síntese dessa dinâmica olhando Vênus e Marte nos elementos: fogo, terra, ar e água.

Vênus e Marte em signos do elemento fogo (Áries, Leão, Sagitário): as pessoas que tem estes dois ou um destes planetas nos signos do elemento fogo, normalmente são muito diretas em suas manifestações sexuais e emocionais. O mais forte em termos de constância do impulso sexual é o signo de Leão. Estes planetas no signo de Sagitário trazem uma energia sexual muito forte, porém esta energia não é constante. Já em Áries, estes dois planetas tornam as pessoas facilmente excitáveis – são pessoas ótimas para iniciarem as coisas, mas nem sempre terminam bem.

Vênus e Marte em signos do elemento terra (Touro, Virgem, Capricórnio)
: neste caso encontramos pessoas que tem uma atitude muito sensata e realista perante o amor e o sexo. Geralmente para estas pessoas o sexo esta relacionando a necessidade e instintos básicos e obrigações. Aqui encontramos as pessoas que não são necessariamente emotivas, mais são muito eficientes, interessadas em tomar conta de um modo prático das necessidades físicas do companheiro. As pessoas que tem Vênus em signo da terra são muito sensuais, embora seja preciso transpor seus bloqueios e defesas para que soltem sua casca protetora, por exemplo: Touro é muito reservado, ficam de cara amarrada; Capricórnio é muito sério e Virgem está sempre preso aos problemas, reprimindo tudo.

Vênus e Marte em signos do elemento ar (Gêmeos, Libra, Aquário): as pessoas que encontramos aqui não são muito sensuais não necessitam particularmente de muita intimidade física ou de sensações físicas intensas. O que elas precisam realmente é se sentirem mortalmente de igual com o outro, ou seja: é a comunicação que necessitam. Vênus e Marte nos signos do ar podem ser joviais e também muito frios, indiferentes, não emotivos. Em termos de quantidade eles não possuem energia sexual forte.

Vênus e Marte em signos da água (Câncer, Escorpião, Peixes): aqui, com frequência notamos pessoas que não sabem o que sentem, ou o que querem, a não ser através da vivência, a menos que seus sentimentos sejam despertados por outra pessoa. Testam seus sentimentos através da experiência. Estas pessoas gostam de ser procuradas, desejadas. São pessoas extremamente sensíveis. O sexo aqui nunca é uma coisa apenas instintiva. É como se a pessoa se ligasse a um sentimento profundo de segurança através da sexualidade. Para elas é mais fácil sintonizar com os sentimentos e as necessidades sexuais e emocionais dos outros (sabem o que a outra pessoa sente).

Ely da Costa Varella

Um comentário:

  1. ótimo artigo. já no meu livro Mistérios ocultos do amor falei no tema, e em capricórnio. Virgem faz muita pose. E o touro é até bem mundano. abraço

    ResponderExcluir

Fases da Lua

CURRENT MOON

Lua Fora de Curso

A Lua fora de Curso se dá quando ela transita por um signo e não faz mais nenhum aspecto (ângulo de zero, sessenta, noventa, cento e vinte e cento e oitenta graus) enquanto está naquele signo. É como se a Lua estivesse incomunicável. O fato de não fazer aspectos indica que aquele assunto não terá sustentação ou vai ocorrer de forma imprevisível.

Neste momento o bom é dar continuidade ao que já se conhece, que já está implantado. Você não vai perceber o efeito desta Lua em casa ou no trabalho fazendo suas atividades do dia-a-dia.

Sabe aquela meditação que nunca arranjamos tempo para fazer ou exercícios de relaxamento que na verdade nunca desligamos totalmente? E aquela massagem que sabemos que merecemos, mas nos falta tempo para nos permitir? Então, essa é a hora certa se praticar tais atividades introspectivas.

E o que não fazer no período desta Lua? Bem aqui vai uma pequena lista:

-Marcar vôos para viagens longas, se você tiver objetivos em outro país (sobretudo de longo prazo).

-Mudar-se de casa.

-Começar qualquer atividade que pretenda ter efeitos a longo prazo.

-Submeter-se a cirurgias.

-Realizar matrículas em cursos.

-Inaugurar empreendimentos (nada de estréia de peça de teatro, exposição, lançamento de livro, etc.)

-Marcar reuniões inaugurais importantes para este período.

-Ter o primeiro encontro para sair com alguém em quem você esteja interessado.

-Marcar consulta com um médico que você ainda não conhece

Tabela da Lua fora de curso para Outubro de 2016

Signo onde a Lua fora de curso está
Dia e horário de início da LFC
Dia e horário do final da LFC

  • 02h44 até 16h44 do dia 02, em Escorpião
  • 22h05 do dia 04 até 05h27 do dia 05, em Sagitário
  • 03h27 até 17h41 do dia 07, em Capricórnio
  • 13h52 do dia 09 até 03h34 do dia 10, em Aquário
  • 20h05 do dia 11 até 09h44 do dia 12, em Peixes
  • 04h14 até 12h09 do dia 14, em Áries
  • 02h24 até 13h05 do dia 16, em Touro
  • 12h47 do dia 17 até 12h31 do dia 18, em Gêmeos
  • 09h18 até 13h29 do dia 20, em Câncer
  • 17h15 até 17h35 do dia 22, em Leão
  • 10h22 do dia 24 até 01h17 do dia 25, em Virgem
  • 16h34 do dia 26 até 11h52 do dia 27, em Libra
  • 08h11 do dia 29 até 00h02 do dia 30, em Escorpião

Os horários correspondem ao horário de Brasília de 3 horas a menos em relação a Greenwich. Para outras localidades, é necessário somar ou subtrair horas, de acordo com o fuso horário.


"O horóscopo de nascimento só pode ser corretamente interpretado por homens e mulheres de sabedoria intuitiva; e destes há poucos" (Paramahansa Yogananda)

"Ainda que os planetas rejam os destinos terrestres, não deveria ser esquecido que Deus os controla. Entregando-nos a Ele, os efeitos planetários são suavizados e algumas vezes mudados. Quando a graça de Deus desce, os efeitos planetários são muito fracos" (primeiro filósofo da Índia: Satguru Keshavedas)



Os Aspectos

Os aspectos podem ser divididos em duas categorias: harmônicos e fluentes, ou dinâmicos e desafiadores, como bem os definiu Stephen Arroyo. Aqui apenas vou citar os principais:

Na primeira categoria, a dos aspectos harmônicos e fluentes estão algumas:

Conjunções
:

este aspecto tem uma distância de zero graus entre os planetas envolvidos. Sua influência positiva ou negativa, varia de acordo com os planetas envolvidos. É considerado o mais importante na astrologia, pois representa a junção de duas fortes energias.

O sêxtil:
a distância entre os planetas envolvidos é de sessenta graus. Considerado um aspecto fácil, pode nem sempre ser aproveitado pelo indivíduo. Ele é sempre uma saída para aliviar a tensão provocada por aspectos difíceis.

O trígono:
este mantém uma distância de cento e vinte graus entre os planetas envolvidos. É o mais fácil de todos os aspectos. Pode indicar um talento fácil de ser expressado. Porém ele pode provocar excessos que podem ser distorcidos devido à cooperação entre os planetas envolvidos.

Na segunda categoria, de aspectos dinâmicos e desafiadores, além de termos novamente algumas conjunções temos:


A quadratura:
este aspecto assinala noventa graus a distância entre os planetas. Este é o aspecto mais difícil, pois acaba trazendo sempre frustrações. Ele provoca tensão interior; são a duas facetas da personalidade em discórdia dentro do indivíduo.

A oposição:
este apresenta uma distância de cento e oitenta graus. Considerado um aspecto negativo, pois existe aqui a necessidade de se chegar ao meio-termo, de aliviar a tensão. Ele não cria uma grande frustração interior, mas quando conseguimos entender uma oposição podemos transformar esta energia em uma expressão mais positiva. Eu gosto de comparar a oposição a uma gangorra: podemos olhar os dois lados dela e desta forma eliminar o excesso do impulso, controlando as duas faces da personalidade.

Ely da Costa Varella